A Chama Não Vai Apagar

CCB

Compositor: Não Disponível

Mesmo que a figueira já não floreça
E nem haja frutos na vide
Mesmo que o produto da Oliveira muda
Não vou mostrar que estou triste

Nem que os campos não produzam mantimentos
Todavia me alegrarei no Senhor
Exaltarei o Deus da minha salvação
Que pro seu povo jamais socorro faltou

Abriu-se o mar seus filhos passaram em seco
O inimigo afogado pereceu
Em alto mar Jesus acalmou a tempestade
Vento parou, a paz voltou ninguém morreu

Pedro andou por sobre as águas mas temeu
Na sua mão Cristo pegou pra lhe ajudar
Qual Josué tú és no fogo um tição
E Deus não vai deixar essa chama apagar

Nem que as ovelhas da malhada sejam arrebatadas
E nos currais não hajam vacas vou dizer
O Senhor é minha força e para os meus pés
Não tropeçar no mal que tem pra me meter

Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte
Não temeria mal algum estás comigo
A tua vara e o teu cajado me consolam
Pastor amado que nos livra do perigo

Abriu-se o mar seus filhos passarão em seco
O inimigo afogado pereceu
Em alto mar Jesus acalmou a tempestade
Vento parou, a paz voltou ninguém morreu

Pedro andou por sobre as águas mas temeu
Na sua mão Cristo pegou pra lhe ajudar
Qual Josué tú és no fogo um tição
E Deus não vai deixar essa chama apagar

Fala agora para o teu inimigo
Para trás eu não vou voltar
Sou crente pela vida ou pela morte
Na prova nunca fez ninguém pecar

Pois Deus prova aquele a quem ama
Dizia Jó no eu vindo voltarei
Temos que sentir um pouco das aflições
De Cristo, que disse:
"Um dia eu venci, vós vencereis"

©2003- 2018 lyrics.com.br · Aviso Legal · Política de Privacidade · Fale Conosco desenvolvido por Studio Sol Comunicação Digital